IPO e Você
Carregando
#

Alergias na Primavera

2018-08-21 08:00:00,

Primavera é conhecida pela florada e quase sempre associado a crises de rinite e conjuntivite alérgica. No sul do Brasil, a polinização é intensa e o que mais causa alergia são as pólens de gramíneas.

Define-se rinite alérgica como inflamação da mucosa nasal, após exposição de alérgenos no ar, ocasionando sintomas como: congestão, prurido, coriza e prurido nasal. Segundo dados divulgados no consenso brasileiro de rinites, a prevalência de rinite alérgica em adultos na cidade de Curitiba chega a 47%.

A inflamação da mucosa é causada por um desiquilíbrio do sistema imunológico, produzindo anticorpos contra alérgenos do ar, como os pólens.

O diagnóstico de rinite alérgica pode ser ajudado pelos testes alérgicos. Ultimamente, modernos testes alérgicos podem ser realizados em clínicas especializadas e sem o uso de agulhas.

Para o tratamento, diversas medicações estão disponíveis. Medicações antigas que causavam efeitos adversos como inchaço, dependência e sonolência estão sendo abandonadas. Os remédios modernos raramente causam efeitos adversos. Atualmente está disponível a imunoterapia alérgeno específica, conhecida como vacina. Esse tratamento pode controlar sintomas por mais tempo, diminuindo crises alérgicas e consequentemente o uso de medicamentos.

Dicas: horário com mais pólens costuma ser pela manhã, logo, manter janelas fechadas nesse período.

Clima seco e com ventos disseminam mais pólens.

Flavio Massao Mizoguchi CRM-PR 24603 / RQE 1294